A COPA de 2014 e seu legado para as próximas gerações.

A maior expectativa de especialistas em desenvolvimento e também da população de maneira geral, é  ver como as Olimpíadas de 2016 e a Copa do Mundo de 2014, poderão beneficiar as cidades que sediarão os eventos, assim como todo o país. A herança de uma infra estrutura moderna e o superaquecimento da economia são no mínimo o que todos esperam. Não restam dúvidas que tais eventos vão gerar riquezas que podem surpreender até os mais otimistas. Contudo, se analisarmos mais de perto, notaremos que pautas importantes e imprescindíveis perderam ou continuam sem espaço na agenda nacional. Temas de suma relevância são ofuscados pela grandiosidade destes mega eventos. A realidade da prática da prostituição é uma delas. O abuso contra crianças e adolescentes é outro. Mas, quando estas duas práticas criminosas convergem em uma única os resultados são catastróficos para a nação que sonha se tornar uma potência em desenvolvimento.

Com vistas neste cenário e buscando de forma produtiva transformar a realidade de crianças em situação de risco, A RENAS – Rede Nacional de Ação Social, em parceria com outras organizações, lançou o Projeto Bola na Rede. O nome ao mesmo tempo em que faz referência clara do momento maior do futebol, ressalta a importância de unir esforços através do trabalho em rede. A proposta é unificar ONGs, igrejas e organizações em prol de um movimento de escala nacional que chame a atenção da sociedade civil para o grave problema enfrentado por nossas crianças. Neste sentido a Copa de 2014, torna-se um instrumento poderoso para veicular a campanha. O Pontapé inicial foi dado no dia 18 de maio com a realização de uma marcha em favor das crianças e adolescentes vítimas de crimes sexuais. Muitas outras ações serão implementadas até o termino da campanha que só acontecerá na Copa do mundo de 2014. Para os idealizadores do projeto o importante é manter o tema sempre exposto as vistas da mídia e da população. Desta forma promoverá debates que levem a reflexão e a ação. No dia 15 de novembro será realizada a Campanha de vacinação contra os maus tratos a criança. Esta campanha levará crianças e adolescentes as ruas para darem “vacinas” nas pessoas. A vacina é simbólica sendo representada por uma bala (doce) e um certificado de adesão a campanha. Esta campanha tem dois objetivos: O primeiro deles é de esclarecer crianças e adolescentes sobre o assunto e assim torná-las “imunes” ao problema. O segundo de despertar os adultos a não se conformarem com a atual situação. Os eventos sempre acontecerão nas doze cidades sede da copa do mundo.  para que a igreja de Cristo se mobilize em prol da injustiça que está sendo cometida contra os inocentes. Se você que saber mais, divulgar e participar entre no site.

Jorge Ferreira – Equipe Base

Fonte: Mãos Dadas

Anúncios

Categorias: Diversos

Receba atualizações

Cadastre-se em nossas redes e receba atualizações

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: