Vocare 2018 – Minhas Impressões

Parte 1

Eu tive o privilegio de juntamente com a Fabiana participar do Vocare 2018, em Maringá, no Paraná. Todos nós conhecemos este evento de “ouvir falar”, afinal o Rodrigo é o coordenador deste movimento. Também sabemos o quanto estas programações são edificantes, afinal congressos missionários “é a nossa praia”. Contudo esta quarta edição do Vocare marcou de forma singular minha vida por alguns motivos os quais gostaria de compartilhar com vocês. Vou dividir minhas impressões em três momentos para não ficar longo e maçante.

Hoje eu gostaria de falar como foi participar do Vocare como líder da juventude de minha igreja. É muito diferente! Criei expectativas que tinham mais a ver com nossos jovens, do que comigo mesmo. Fiquei o tempo todo imaginado como seria para eles viverem a experiência de estarem longe da família e conhecerem outra dimensão da igreja de Cristo.

Mas para que isso acontecesse precisávamos superar a barreira financeira. Nossa Igreja Batista do Parque Leopoldina é pequena e possui orçamento limitado. Hoje estamos com cerca de 65 membros, e as entradas ficam em torno de 9 a 11 mil reais por mês. Há cerca de um ano estamos em obra, o que consome ainda mais os recursos. Ainda assim, a igreja num ato de confiança ejetou 6 mil reais para garantir parte do valor do ônibus. Precisávamos de pelo menos mais 10 mil reais para saldar o transporte e pagar as inscrições.

Os jovens lavaram carros, capinaram, montaram cantina e venderam hambúrguer. Ele mesmo! O famoso Hambúrguer artesanal. O interessante é que pela primeira vez ele atingiu seu objetivo de origem: ser um produto que gere renda, mas com algum propósito não apenas financeiro (o nome da marca é Gourmet Social). E graças a Deus conseguimos. Em apenas 3 programações  vendemos mais de 500 hambúrgueres, o que totalizou mais de 6 mil reais de lucro. Com os outros trabalhos somamos o valor suficiente para que 16 jovens, 4 lideres e 1 adulto pudéssemos ir sem precisar colocar um centavo do nosso bolso. Só não participou do evento quem não quis.

Deus providenciou os recursos, e também preparou cada coração. Temos um grupo jovem muito comprometido com a igreja. Eles também são tranquilos e obedientes. Isso facilita muito para o líder, porém ao mesmo tempo me faz temer uma resignação. No grupo temos muitos tímidos e como sempre os que se acham espertos. Nada diferente de minha época, apenas muito, muito mais tranquilos!

No espaço chamado de Voc Village eles puderam ter contato com os mais diversos tipos de agencias e os trabalhos que elas desenvolvem. No local ainda funcionava uma cantina e karaokê que divertia a todos. Logicamente procurei sempre estar próximo ao estande da Base, assim eles poderiam conhecer mais nosso trabalho. No dormitório, nossos rapazes dividiram espaço com dois índios das tribos Terena e Kauai. Com eles batemos longos papos e rimos muito com a inocência que lhes é peculiar.

A programação de alta qualidade apresentada no Upside Down (plenária) os encantava e a mim também. Eram encenações teatrais e grupos de dança e música maravilhosos, além de ótimos testemunhos e pregações. O saldo não poderia ser mais positivo! O grupo se comprometeu a conhecer e se envolver mais com missões.

Um de nossos rapazes chamado Nícolas, de 17 anos, nos procurou após a programação de desafio para o campo missionário, e disse com a voz embargada que gostaria de ser voluntário e que escolheu a Base para ser o caminho de serviço. Eu e Fabi oramos com ele e o encorajamos a não desistir de seu propósito. Glorificamos a DEUS, pois toda aquela expectativa inicial foi suprida e honrada de forma maravilhosa.

Anúncios

Categorias: Diversos

Receba atualizações

Cadastre-se em nossas redes e receba atualizações

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: